21/02/2005

Entendimento

"Às vezes, a prova de maior entendimento é não compreender."- Baltasar Gracián y Morales

Nem sempre entendemos o rumo das coisas que acontecem na nossa vida.
Estava refletindo sobre um texto que a Carlinha mandou pro grupo hoje, que falava de 'entregar-se' à vontade de Deus (ao menos foi esta a conclusão que cheguei ao ler a mensagem).
Sabe, mesmo acreditando que Deus tem sempre algo de bom prá nós, não acho que devemos largar simplesmente as rédeas nas mãos dele no primeiro momento.
Temos o tal do 'livre arbítrio', que nos possibilita escolher os nossos caminhos.
No poema da criação do mundo, Deus chamou Adão e Eva, e pediu que eles dessem nome a todos os seres da criação.
Isso significa que Deus nos quer participantes, e não meros agentes passivos diante dos acontecimentos.

Mas é tão difícil saber o que fazer...

Temos que ter uma baita sensibilidade para perceber se estamos trilhando o caminho certo, ou se estamos fazendo o que devemos fazer para que as coisas tomem o rumo certo.

Este lance de 'ser protagonista' dá muito trabalho.

Um dia Pe Birck (resolvi variar as fontes... Pe Cyzo vai ganhar uma folga) me puxou as orelhas, dizendo que eu queria ser mais que o Espírito Santo.

Fiquei brava (novidade), mas não é que o velhinho tinha razão (novidade de novo).

Não podemos querer determinar o rumo dos acontecimentos,
temos que aprender a interpretar os sinais de Deus nestes acontecimentos,
e quando percebemos que nosso entendimento não é suficiente,
é a hora de rezar e soltar o leme...

Acredite... isso funciona...

Paulo dizia: "quando sou fraco, aí é que sou forte"... ele também tinha razão.. hehehe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

olhe... e comente...

Postagens populares