08/11/2005

Amigos

São tão amigos, que voltam.
São tão fraternos, que se unem.
São tão simples, que cativam.
São tão desprendidos, que doam.
Os amigos

São tão necessários, que sempre se fazem presentes.
São tão grandes, que se distinguem.
São tão dedicados, que edificam.
São tão preciosos, que se conservam.
São tão irmãos, que partilham.
São tão sábios, que ouvem, iluminam e calam.
Os amigosSão tão raros, que se consagram.
São tão frágeis, que fortalecem.
São tão importantes, que não se esquecem.
São tão fortes, que protegem.
São tão presentes, que participam.
São tão sagrados, que se perenizam.
São tão santos, que rezam.
São tão solidários, que esquecem de si mesmos.
São tão felizes, que fazem a festa.
Os amigos
São tão responsáveis, que vivem na verdade.
São tão livres, que crêem.
São tão unidos, que prosperam.
São tão amigos, que doam a vida.
São tão amigos, que se ETERNIZAM.

Viver na verdade,
crer,
edificar,
estar presente...

Tão diferente de apontar e bater...
hoje to triste... espero que isso passe logo...
Ruim quando a gente se sente descartável e incômoda para pessoas tão importantes na nossa vida.
Crescer é aprender a lidar com isso?

Deixar de ser "parceira de festas" tem este preço?
Querer ser feliz, e encontrar o seu caminho tem este preço?

Preciso ler um autor bem depressivo, prá me sentir um pouco melhor...
Vou assistir a 'Paixão de Cristo', quem sabe...

- q fase... Sílvia... manda este tal de Saturno pros quintos dos infernos, por favor, já tô de saco cheio com esta m. de volta q vc me falou!!! -

Nenhum comentário:

Postar um comentário

olhe... e comente...

Postagens populares