06/02/2006

amor

O AMOR

O amor, um sopro suave aconchegante
Um sopro que agita no espírito
Que inunda a minha alma
Com infinita doçura...
Uma brisa calma, indiscreta, que acaricia
Sublime sentimento reconfortante
Que me faz tremer até as profundezas da alma!
Um acariciante zéfiro imprevisível
Que varre suavemente as mais profundas feridas
E me faz transbordar de alegrias e emoções sem fim
Um vento norte devastador
Que ao se alojar no meu peito sem permissão
Abalou todos os sentidos do meu ser
E assim, se apoderou,
inteiramente de mim...

Luz Sampaio em 14/10/2002
http://www.recantodasletras.com.br/autores/luzsampaio



Neste dia 04 fez um ano de nossa semana em Gramado.
Estou muito feliz, agradeço a Deus por descobrir o sentido de estar apaixonada, de amar, de querer viver com alguém todos os dias da vida.

Cada dia tenho mais certeza disso, porque nosso amor é livre, e nos faz melhores a cada dia.

Um beijo a todos,
da feliz e apaixonada - Babi



Nenhum comentário:

Postar um comentário

olhe... e comente...

Postagens populares