28/01/2009

Eu amo...

Há muitas pessoas que eu amo nesta vida.

 

A partir de 2008, aprendi a externar verdadeiramente isso,

ao aprender também a dura lição de que a vida nesta terra um dia acaba.

 

Tenho a nítida sensação de que um ciclo de minha vida encerrou.

Coisa estranha...

 

Já tive muitos fins antes de 2008, mas nenhum me marcou tanto quanto a partida de meu velho pai.

 

Decidi que a morte dele, da forma como se deu, com histórico de hospitalização (que nos proporcionou o ritual da despedida) não passará em branco.

Estou disposta a aprender a última lição ensinada pelo meu pai.

Foram tantas coisas... cada detalhe, cada dia nos ensinou um pouco, e este pouco nos marcará prá vida inteira.

 

Penso em escrever sobre isso, mas as emoções ainda estão a desordenar meu pensamento, mas encontraremos o tempo certo, eu e minhas divagações.

 

Falarei sobre tudo que amo e aprendi a amar...

 

Por enquanto sigo aqui, olhando o céu...

 

Explicaram para minha sobrinha que o avô dela tinha virado estrelinha...

Sabem, acho que a gente olha o céu bem mais do que eu imaginava antes.

Hoje olho o céu também para matar a saudade!

Olho para agradecer, olho para desabafar, olho também para rever quem amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

olhe... e comente...

Postagens populares