01/01/2009

que venha 2009...

Confesso que esperava um ambiente sombrio e tristonho nas festas de final de ano em 2008, pois o falecimento do nosso pai é ainda muito recente.
Mas acredito que o sentimento de conforto em função de termos feito todo o possível pela sua recuperação, e também por estarmos sempre ao lado dele dando-lhe a certeza de ser amado por toda sua família fez toda a diferença.
Foi triste sim, porque nosso coração ainda dói.
Mas foi tranquilo, pois sabemos que é desejo de nosso pai que toquemos o barco em frente.

Fica neste momento a certeza de que todas as pessoas que passam em nossa vida merecem nosso respeito.
Certeza maior ainda de que em primeiro lugar deve vir nossa família, que é quem realmente nunca nos abandona.
Nunca cansemos de dar de nosso tempo e nossa disposição para estar junto das pessoas que amamos. Cada minuto de convivência é precioso, e não há nada que nos permita voltar atrás.

Faço uma prece:
Que saibamos amar,
que aprendamos a dar de nosso tempo,
que saibamos ouvir
que aprendamos a estar.
Porque o tempo não pára, já dizia o poeta
e cada momento sem amor, é um momento vazio de nossa existência.
Tudo termina, tudo se vai,
e deste tudo fica o amor que partilhamos, que demos sem medir.
É ele que nos faz ficar em pé, seguir a vida... seguir em frente
Amando... vivendo... servindo... aprendendo.
Que eu aprenda cada dia esta lição:
nada é mais importante que o amor.
Babi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

olhe... e comente...

Postagens populares